Unidades de Saúde de Porto Ferreira participam de pesquisa da UFSCar

Saúde
    08 de novembro

Equipes das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Porto Ferreira foram convidadas pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) para participar de um projeto de pesquisa, denominado “Organização do Processo de Trabalho das Equipes de Saúde e Enfermagem: Dispositivos para Integralidade nas Redes de Atenção à Saúde (RAS)”, coordenado pela professora-doutora Jaqueline Alcântara Marcelino da Silva.

O objetivo geral deste estudo é analisar a organização do processo de trabalho em equipes de saúde e de Enfermagem e seus desdobramentos para integralidade no âmbito da RAS do Sistema Único de Saúde (SUS).

Nos dias 29 e 30 de outubro as equipes de saúde receberam os pesquisadores professora-doutora Marcia Niituma Ogata e o professor-doutor Wilson José Alves Pedro, ambos da UFSCar, para coleta de dados, etapa inicial do projeto, que foi apoiado e organizado pelas servidoras da Secretaria de Saúde, Roseli Stefani (articuladora da Educação Permanente em Saúde) e Lívia Bosquetti Santana (apoiadora da humanização), para que o maior número de servidores participasse da pesquisa, de forma a proporcionar um coletivo multidisciplinar.

Participaram das pesquisais de forma voluntária secretários de saúde, médicos, enfermeiros, dentistas, auxiliares de saúde bucal, auxiliares de enfermagem, técnicos de enfermagem, farmacêutico, agentes comunitários de saúde, auxiliares de serviço geral, apoiador da humanização e articulador de EPS.

A pesquisa gerou momentos de troca de experiências e conhecimentos entre pesquisadores e equipes da cidade. “Agradecemos imensamente a acolhida pela secretária de Saúde de Porto Ferreira, Vera Visolli, e a disponibilidade dos trabalhadores que abriram suas portas de forma tão acolhedora e afetiva a nós e ao nosso trabalho. Pode ter certeza que vocês fazem a diferença no SUS”, disse Marcia Ogata.

“Foram ótimos esses coletivos, que agregaram conhecimento e novos saberesa”, destacou Franciellen Ayres, enfermeira da ESF Augusto Perondi, no Cristo Redentor.

As servidoras que organizaram a participação das equipes, Roseli e Lívia, e a secretária Vera Visolli também agradeceram aos pesquisadores pela contribuição e oportunidade.

Estes espaços coletivos proporcionam aos servidores municipais, que compõem as equipes da Atenção Básica de Saúde, refletirem sobre suas práticas para melhoria dos processos de trabalho.

Cléber Fabbri – MTb 30.118

Assessoria de Comunicação, Cerimonial e Eventos

clique na foto para ampliar